sexta-feira, 11 de maio de 2018

Dom Crippa: Pastor com o perfume de Cristo e o cheiro das ovelhas

“Pastor, primeiro, com o perfume de Cristo, e, depois, com o cheiro das ovelhas, porque temos que ter antes de tudo o perfume de Cristo, esta identificação com Cristo Pastor para sermos também bons pastores no meio do povo de Deus”, afirma o bispo de Estância - SE.
Raimundo de Lima - Cidade do Vaticano
Amigo ouvinte, o quadro “O Brasil na Missão Continental” de hoje dá continuidade à edição precedente na qual nosso convidado, o bispo da Diocese de Estância, Dom Giovanni Crippa, trouxe-nos para este espaço de formação e aprofundamento um pouco da realidade eclesial desta Igreja particular do Estado de Sergipe.
Identificação com Cristo Bom Pastor
Natural de Besana Brianza, região italiana da Lombardia, Dom Giovanni chegou ao Brasil no ano 2000 como sacerdote Missionário da Consolata, no âmbito da missão ad gentes (além-fronteiras). Eleito para o episcopado em 2012, desde agosto de 2014 é bispo da referida diocese sergipana.


Em entrevista ao colega Silvonei José, ele nos fala de sua experiência de religioso missionário contextualizando-nos sua chegada ao Brasil e, depois, como bispo missionário. “Pastor, primeiro, com o perfume de Cristo, e, depois, com o cheiro das ovelhas, porque temos que ter antes de tudo o perfume de Cristo, esta identificação com Cristo Pastor para sermos também bons pastores no meio do povo de Deus”, afirma nosso convidado. Vamos ouvir (ouça na íntegra clicando acima).
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: