terça-feira, 1 de novembro de 2016

O encontro de Francisco com o rebanho católico na Suécia






Malmö (RV) –  Último dia do Papa Francisco em terras suecas. Respondendo ao fervoroso pedido da comunidade local – como revelou na entrevista à “Civiltà Cattolica” – Francisco decidiu celebrar uma missa, aumentando a viagem à Suécia em um dia.

“Na verdade – disse o Papa – eu não queria que a missa fosse celebrada no mesmo dia e não no mesmo lugar do encontro ecumênico para evitar confundir os planos. O encontro ecumênico deve ser preservado em seu profundo significado, segundo o espírito da unidade”.
Francisco despediu-se da Residência Papal em Igelösa às 8h30min e percorreu 35,7 km até o Swedbank Stadium, distante 3 km do centro da cidade, e com capacidade para acolher dezoito mil pessoas.
A alegria pela presença do Pontífice era perceptível pelos cantos e gritos de alegria e boas-vindas em espanhol, visto que a Suécia conta com uma grande comunidade sul-americana, formada especialmente por chilenos e mexicanos.  
De fato os católicos, que representam pouco mais de 1% da população sueca, é formada também por muitos estrangeiros, principalmente por poloneses, seguida pelos croatas, latino-americanos e cristãos do Oriente Médio de diversos ritos. A Igreja local conta com uma única circunscrição eclesiástica, a Diocese de Estocolmo, guiada por Dom Anders Arborelius.
A missa  na Solenidade de Todos os Santos foi celebrada em latim e sueco, com a oração dos fieis em espanhol, sueco, árabe, inglês, alemão e polonês. O Papa proferiu sua homilia em espanhol.
Com a celebração, Francisco concluiu a 17ª Viagem Apostólica internacional de seu Pontificado, dedicada à santidade, visto que neste dia a Igreja celebra a Solenidade de Todos os Santos.
Os jornais suecos desta segunda-feira deram amplo destaque à presença do Papa Francisco no país. Se a foto de capa do principal jornal estampava o Pontífice com o casal real, o segundo em importância dava destaque ao protagonismo de Francisco nos históricos eventos do dia 31, em Lund e em Malmö.
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários: